COMPETE 2020

COMPETE 2020

O Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (POCI), visa contribuir para a criação de uma economia mais competitiva, baseada em atividades intensivas em conhecimento, na aposta de bens e serviços transacionáveis ou internacionalizáveis e no reforço da qualificação e da orientação exportadora das empresas portuguesas, divididos em 6 Eixos prioritários dos quais destacamos:

 

INOVAÇÃO PRODUTIVA PME

 

Domínios

  • Produção de novos bens e serviços ou melhorias significativas da produção atual através da transferência e aplicação de conhecimento;

  • Adoção de novos, ou significativamente melhorados, processos ou métodos de fabrico.

 

Principais despesas

  • Máquinas e equipamentos;

  • Hardware e Software;

  • Transferência de tecnologia através da aquisição de direitos de patentes, nacionais e internacionais;

  • Licenças, «saber-fazer» ou conhecimentos técnicos não protegidos por patente;

  • Software standard ou desenvolvido especificamente para determinado fim;

  • Estudos, diagnósticos, auditorias, planos de marketing e projetos de arquitetura e de engenharia;

  • Construção de edifícios e remodelações no caso da indústria e turismo;

  • Despesas com TOC/ROC.

 

Condições de acesso

  • Montante de investimento igual ou superior a 75.000€;

  • Autonomia Financeira ≥ 15%;

  • Duração máxima de execução de 24 meses;

  • Capitais próprios ≥ 25%.

 

Incentivo

  • Reembolsável. Pode ser concedida uma isenção de reembolso de uma parcela do incentivo reembolsável até ao limite máximo de 50%, em função do grau de superação das metas;

  • Taxa base = 35%;

  • Majorações, até ao máximo de 75%. Exceções para as Regiões de Lisboa e Algarve onde são aplicadas taxas máximas de 40% e 60% respetivamente.

 

Condições de financiamento

  • Pela utilização do incentivo reembolsável, não são cobrados ou devidos juros ou quaisquer outros encargos;

  • O prazo total de reembolso é de oito anos, constituído por um período de carência de dois anos e por um período de reembolso de seis anos, à exceção de projetos de criação de novos estabelecimentos hoteleiros e conjuntos turísticos em que o plano total de reembolso é de 10 anos, constituído por um período de carência de três anos e por um período de reembolso de sete anos;

 

 

EMPREENDEDORISMO

 

Domínios

  • Produção de novos bens e serviços ou melhorias significativas da produção atual através da transferência e aplicação de conhecimento;

  • Adoção de novos, ou significativamente melhorados, processos ou métodos de fabrico;

  • Fomentar o aparecimento de novas empresas em sectores com fortes dinâmicas de crescimento.

 

Principais despesas

  • Máquinas e equipamentos;

  • Hardware e Software

  • Transferência de tecnologia através da aquisição de direitos de patentes, nacionais e internacionais;

  • Licenças, «saber-fazer» ou conhecimentos técnicos não protegidos por patente;

  • Software standard ou desenvolvido especificamente para determinado fim;

  • Estudos, diagnósticos, auditorias, planos de marketing e projetos de arquitetura e de engenharia;

  • Construção de edifícios e remodelações no caso da indústria e turismo;

  • Despesas com TOC/ROC.

 

Condições de acesso

  • PME com menos de 2 anos;

  • Montante de investimento igual ou superior a 50.000€ e inferior a 3.000.000€;

  • Autonomia Financeira ≥ 15%;

  • Duração máxima de execução de 24 meses;

  • Capitais próprios ≥ 25%.

 

Incentivo

  • Reembolsável. Pode ser concedida uma isenção de reembolso de uma parcela do incentivo reembolsável até ao limite máximo de 50%, em função do grau de superação das metas;

  • Taxa base = 35%

  • Majorações, até ao máximo de 75%. Exceção feita a região de Lisboa que se aplica uma taxa máxima de 40%.

 

Condições de financiamento

  • Pela utilização do incentivo reembolsável, não são cobrados ou devidos juros ou quaisquer outros encargos;

  • O prazo total de reembolso é de oito anos, constituído por um período de carência de dois anos e por um período de reembolso de seis anos, à exceção de projetos de criação de novos estabelecimentos hoteleiros e conjuntos turísticos em que o plano total de reembolso é de 10 anos, constituído por um período de carência de três anos e por um período de reembolso de sete anos;

 

 

INTERNACIONALIZAÇÃO PME

 

Domínios

  • O conhecimento de mercados externos;

  • Presença na web;

  • Promoção internacional de marcas;

  • A prospeção e presença em mercados internacionais;

  • O marketing internacional;

  • Novo método de organização nas práticas comerciais ou nas relações externas;

  • Certificações específicas para os mercados externos.

 

Principais despesas

  • Participação em feiras e exposições no exterior;

  • Serviços de prospeção e captação de novos clientes;

  • Aquisição de equipamentos relacionados com o desenvolvimento do projeto;

  • Aquisição de equipamentos informáticos (incluindo software standard e especifico);

  • Plataformas e conteúdos eletrónicos;

  • Ações de promoção e campanhas de marketing;

  • Despesas inerentes à certificação de sistemas, produtos/serviços, registo de marcas, coleções e patentes;

  • Despesas com a intervenção de TOC/ROC, estudos, diagnósticos e auditorias;

  • Formação de recursos humanos;

  • Custos com a contratação de novos quadros técnicos.

 

Condições de acesso

  • Montante de investimento igual ou superior a 25.000€;

  • Autonomia Financeira ≥ 15%;

  • Duração máxima de execução de 24 meses;

  • Capitais próprios ≥ 25%.

 

Incentivo

  • Incentivo a Fundo Perdido;

  • Taxa máxima: 45%. Exceção feita a região de Lisboa que se aplica uma taxa máxima de 40%.

  • Até ao limite de 500.000€.

 

QUALIFICAÇÃO PME

 

Domínios

  • Inovação organizacional e gestão;

  • Economia digital e TIC;

  • Criação de marcas e design;

  • Desenvolvimento e engenharia de produtos, serviços e processo;

  • Proteção de propriedade industrial;

  • Qualidade;

  • Transferência de conhecimento;

  • Eco Inovação;

  • Contratação de recursos humanos altamente qualificados.

 

Principais despesas

  • Aquisição de equipamentos relacionados com o desenvolvimento do projeto;

  • Aquisição de equipamentos informáticos (incluindo software standard e especifico);

  • Plataformas e conteúdos eletrónicos;

  • Ações de promoção e campanhas de marketing;

  • Despesas inerentes à certificação de sistemas, produtos/serviços, registo de marcas, coleções e patentes;

  • Despesas com a intervenção de TOC/ROC, estudos, diagnósticos e auditorias;

  • Formação de recursos humanos;

  • Custos com a contratação de novos quadros técnicos.

 

Condições de acesso

  • Montante de investimento igual ou superior a 25.000€;

  • Autonomia Financeira ≥ 15%;

  • Duração máxima de execução de 24 meses;

  • Capitais próprios ≥ 25%.

 

Incentivo

  • Incentivo a Fundo Perdido;

  • Taxa máxima: 45%. Exceção feita a região de Lisboa que se aplica uma taxa máxima de 40%.

  • Até ao limite de 500.000€.

 

 

Solicite-nos mais informação.

Preencha o formulário de contacto.

Praça de Alvalade, n.º 6 - 7º Esq. 1700-036 Lisboa – Portugal I NIPC: 510 650 880

Email: scienciusconsulting@grupo-europeu.com/geral.sconsulting@grupo-europeu.com

Telefone: 217 931 297 Telemóvel: 962 916 395

Membro: EUCED - Agrupamento Europeu de Interesse Económico (A.E.I.E.)